—>
Carregando Carregando

Design estratégico e sustentabilidade

  • IEDentity
  • "Phygital"
  • Número 04 - 11 de junho de 2018
Michele Mandaglio
  • Michele Mandaglio

No mundo da indústria 4.0, o design deveria ser acima de tudo sustentável. O IED Como – Accademia Galli convidou os estudantes a refletirem sobre esses temas e a realizarem projetos que foram apresentados na Milano Design Week 2018.

O conceito de design sustentável descreve o design de um produto ou de um sistema social e econômico no que diz respeito a sua relação com o ambiente em que vivemos. Assim, para falar de design sustentável não basta olhar apenas o produto, mas também deve-se considerar o contexto no qual ele é feito. Desse modo, a ação do design se amplia, sendo possível falar de um design estratégico e de sistema, atento ao sistema de produtos e serviços que, em conjunto, fornecem uma solução à demanda de bem-estar. Trabalhar em nível de sistema permite ter alto grau de inovação, já que não são projetados só objetos, como também os agentes, as parcerias entre empresas, as relações de empresas e de clientes, de instituições e agentes sociais, procurando novas configurações que permitam ter um menor impacto ambiental e social.

Estes conceitos formam a base daquilo que vem sendo definido como a “quarta revolução industrial”.

A indústria 4.0 se baseia no conceito de smart factory, que reúne três elementos:

Smart production: ou seja, novas tecnologias que articulam todos os elementos da produção, isto é, operadores, instalações e instrumentos;

Smart services: infraestruturas e técnicas que vinculam os sistemas, mas também todas as estruturas que permitam integrar, de modo colaborativo, as empresas (fornecedores-clientes) entre si e ainda com as estruturas externas (estradas, hub, manejo do descarte etc);

Smart energy: consumos energéticos que necessitam de atenção especial, criando sistemas com maior performance e reduzindo o desperdício de energia segundo o padrão característico da sustentabilidade.

Importante também é pensar o design do produto depois de sua venda. Graças a um trabalho intenso de design de cada componente, é possível recuperá-los e reutilizá-los, impedindo que eles se tornem obsoletos.

Todos estes conceitos compõem aquilo que vem sendo definido como Circular Design.

Ao longo deste ano acadêmico, graças ao trabalho desenvolvido por Francesco Pusterla, coordenador do curso de Furniture Design, propusemos aos nossos estudantes que refletissem sobre estes conceitos imprescindíveis para um profissional do futuro. Os trabalhos desenvolvidos se voltam para um novo sistema, em que o design é a resposta a uma demanda flexível e, assim, sustentável.

Nesse caminho, foram desenvolvidas duas experiências:

Download me, I am yours, trabalho produzido no curso de Light Design do professor e designer Filippo Mambretti;

Future Hood, experiência realizada em colaboração com a marca Napapijri durante a Milano Design Week.

Download me, I am yours é uma série de cinco lâmpadas que podem ser produzidas em impressoras 3D e estão disponíveis para download por meio de QR Codes presentes em suas estruturas. Os projetos podem ser realizados em casa no formato XL ou small, ou ainda, para quem não tem acesso a uma impressora 3D, podem ser produzidos na plataforma online 3DHubs.

Este projeto, por mais que permaneça na esfera “doméstica”, propõe um conceito revolucionário se pensado em uma grande escala.

O nosso modo de concepção do design nos levou também a colaborar com Napapijri no evento Future Hood, organizado durante a Milano Design Week 2018.

A marca filiada à Vf Corporation apresentou a coleção Ze-Knit composta por 19 vestes masculinas e femininas de vanguarda. “As roupas da linha Ze-Knit são fiadas e tecidas digitalmente, o que reduz os materiais descartados e o número de costuras necessárias para a construção da veste. Os estudos que levaram à realização do projeto foram iniciados há três anos. Queríamos avançar na evolução dos materiais tendo o futuro em vista, com o objetivo de produzir vestes que correspondessem às demandas dos consumidores, ao mesmo tempo em que desejávamos reduzir ao máximo os desperdícios da manufatura. O projeto Ze-Knit reflete o nosso slogan, ‘Make it better’: o objetivo é melhorar o modo com o qual construímos uma coleção. A tecnologia utilizada é fascinante do ponto de vista da sustentabilidade: conseguimos fazer um edredom inteiro com uma máquina, reduzindo em até 30% os desperdícios da forma de fiação tradicional”, explicou Bhavesh Naik, diretor sênior da área de product, innovation and sourcing do Emea

O IED Como - Accademia Aldo Galli destaca estas experiências que permitem ao estudante projetar pensando no futuro do design e, assim, no futuro do planeta.

Autor: Michele Mandaglio