—>
Carregando Carregando

O vencedor do SaloneSatellite Award: Stefano Carta Vasconcellos

  • IEDentity
  • "Phygital"
  • Número 04 - 11 de junho de 2018
Monica Scanu
  • Monica Scanu

IEDentity esteve com Stefano Carta Vasconcellos, um designer graduado pelo IED Cagliari e hoje professor da escola. Durante a última edição do Salone del Mobile, Stefano recebeu o SaloneSatellite Award 2018, e foi o primeiro italiano a vencer nessa jovem história do prêmio.

Enquanto, nos pavilhões vizinhos, as grandes empresas de mobiliário para cozinha mostravam a Eurocucina (Eurocozinha) em todo o seu esplendor, com móveis sempre mais articulados e sofisticados, Stefano Carta Vasconcellos foi premiado por um produto de um tipo muito diferente: a sua Cucina Leggera (Light Kitchen), uma cozinha compacta composta por sete elementos montáveis por meio de encaixes, sem parafusos ou ferramentas. A Cucina Leggera foi premiada pelo seguinte motivo: “facilidade construtiva e de montagem, aspecto compacto e acessibilidade econômica são as principais características da Cucina Leggera, que exprimem ao mesmo tempo uma abordagem e uma visão de design válida também para o futuro”.

Taro Yamane, o responsável pela empresa japonesa Sanwa Company, que projeta cozinhas de pequenas dimensões, foi um dos primeiros a parabenizar Stefano pelo prêmio.

 

Cucina Leggera nasceu em 2014 como Superleggera (Superleve), o projeto de conclusão de curso de Stefano no IED Cagliari. No início, foi pensada com uma abordagem diferente: algumas das peças eram feitas em uma impressora 3D e em uma estrutura em metal. Uma importante parte do desenvolvimento do projeto foi possível graças à contribuição do Sardegna Ricerche que se deu depois da premiação no salão de inovação Sinnova 2014. Assim, a primeira versão da Cucina Leggera foi apresentada na Maker Fair Rome, em 2015, onde foi destacada por um dos organizadores do evento, Dale Dougherty, e premiada com o Maker of Merit, ou Blue Ribbon.

Um tempo depois, Stefano encontrou em Turim a primeira empresa disposta a apoiar o desenvolvimento da Cucina Leggera, que, nos anos seguintes, começou a fazer parte da coleção de mobiliários na plataforma glocal Celer Furniture.

Graças ao papel da Celer Furniture na direção de arte e à presença de uma rede autônoma de designers e laboratórios - segundo o modelo do Internoitaliano, de Giulio Iacchetti - esta ideia empreendedora apresenta um futuro promissor, atento às exigências de aperfeiçoamento que garantirão sua inserção incisiva no mercado.  

Autora: Monica Scanu