—>
Carregando Carregando

TOMO, o friendly mobility tool para 2025

  • IEDentity
  • "Under Pressure: uma metamorfose"
  • Número 10 - 7 de maio de 2019
Carlotta Tommasi
  • Carlotta Tommasi

O IED e a Honda Design, junto com o Salão do Automóvel de Genebra, apresentaram o novo concept car elétrico e amigo do meio ambiente, projetado pelos estudantes do mestrado em Transportation Design.

O Istituto Europeo di Design voltou ao Salão do Automóvel de Genebra com uma estreia mundial: desta vez se trata de Tomo, o concept car elétrico e amigo do meio ambiente desenvolvido em colaboração com a Honda Design. Tomo é resultado do projeto de conclusão de curso de 13 alunos do mestrado bienal de Transportation Design no IED Turim.

Assim como acontece em um design centre automotive, a casa japonesa pediu aos mestrandos que trabalhassem com base no briefing “Honda next ‘fun’ driving”, com o objetivo de projetar aquele que, segundo eles, deveria ser o meio de transporte ideal para os jovens daqui a seis anos. Depois de uma longa fase de pesquisa sobre valores principais como a amizade, a diversão ao dirigir e o respeito ao meio ambiente, e depois de meses de design, nasceu a ideia de Tomo, um concept car elétrico que está entre um smart device e um mobility tool. Em uma única cabine, Tomo satisfaz as demandas da diversão no tempo livre fora da cidade e do horário de trabalho dentro do cenário urbano. Um veículo deste tipo, pensado para ser um companheiro fiel ao próprio usuário e capaz de se adaptar aos seus desejos e as suas exigências, não podia deixar de se chamar Tomo, palavra que, em japonês, significa justamente “amigo”, para enfatizar a ideia de veículo que guarda em si tudo aquilo que o usuário pode precisar no seu cotidiano dentro e fora da cidade.

O design de Tomo (comprimento 399,7 cm, largura 189,3 cm, altura 155,6 cm, distância entre eixos das rodas 269,0 cm) nasceu de uma análise de pesquisa orientada ao produto, a sua funcionalidade e a um imaginário jovem. No Tomo, as fronteiras tradicionais entre o interior e o exterior de um veículo existem fisicamente, mas são superadas conceitualmente: o volume do coupé e a mini pick-up são, de fato, “mascaradas” por um aspecto exterior fashion e young urban. O interior, feito com materiais sustentáveis, como a madeira e o alumínio, foi concebido para oferecer experiências de acordo com a configuração easy and friendly das telas, do volante e do sistema head-up no para-brisas. O exterior foi formulado de acordo com esta funcionalidade e se torna quase um wearable device empático e identitário do usuário, adaptando-se aos cenários urbanos e ao campo. Tomo foi projetado para um novo nicho do mercado em que não é a idade real que conta. Ele pretende conquistar as novas gerações: aqueles que a cada vez mais têm profissões não-tradicionais; aqueles que querem usar o carro de modo mais divertido e útil; aqueles que consideram que o respeito ao meio ambiente, à ecologia e à sustentabilidade são valores fundamentais com os quais se deve construir o próprio futuro.

“Nós do Honda Design trabalhamos constantemente para criar um design de acordo com a filosofia da nossa marca, oferecendo aos nossos clientes uma experiência que envolve diversão e liberdade na mobilidade”, declara Taku Kono, General Manager da Styling Design Division da Honda R&D. “Partindo da participação ativa de jovens designers, através de uma parceria e cenário europeu, e junto com a apresentação da evolução do conceito Honda Urban EV em Genebra, pedimos aos jovens designers do IED que eles propusessem uma variação sobre este tema. Foi uma viagem entusiasmante e ao mesmo tempo preciosa, tanto para nós quanto para os estudantes, graças à fusão da filosofia da Honda Design com a energia criativa e o envolvimento do jovem designer IED”.

Making-of: Danila Giancipoli

“O Istituto Europeo di Design sempre traz ao público provocações no campo do design, com os 15 concept cars que apresentou ao longo dos anos no Salão de Genebra, onde essa rede internacional de alta formação se confirma como única, participando com modelos em escala real”, declara Paola Zini, diretora do IED Turim. “Para o IED é motivo de grande orgulho poder oferecer aos nossos estudantes a oportunidade de se depararem com uma banca real de altíssimo nível, como a da Honda, e depois estarem presentes neste palco internacional para apresentar o fruto das competências, do profissionalismo e dos valores que acumularam.”

A Honda selecionou como main concept idea exterior a proposta de Ricardo Alejandro Campos Ortega (México) e como main concept idea interior a de Rudraksh Banerjie (Índia), desenvolvidas de modo simbiótico junto com os outros estudantes do mestrado em Transportation Design dos anos  2017/18: Tanmay Madhukar Chavan (Índia), Michele Corneliani (Itália), Shobhanjit Das (Índia), Alexander Marcel Fröse (Alemanha), Xiaole Ge (China), Ramón Emmanuel Hernández Cortés (México), Tianchen Huang (China), Sameer Aminullah Khan (Índia), Saketh Nalla (Índia), Jay Shrikant Nibandhe (Índia) e Yu-Jie Wang (Taiwan).

O mestrado de Transportation Design IED Turim é coordenado por Alessandro Cipolli com a colaboração de Davide Tealdi, professor do IED, e sob a supervisão de Luca Borgogno, Diretor de Design Automobilístico na Pininfarina e coordenador do curso de Transportation Design.

Tomo foi realizada por EDAG Italia.

Patrocinadores técnicos: AM Costruzione Modelli, Clinic Car Italia, Freeland.car Srl, OZ Racing, Pirelli.

3D interiores/exteriores: alumnos IED Torino

A ideia de Tomo se inspira em uma história criada pelos estudantes do mestrado em Transportation Design do ano 2017/18, em que a sinopse é a seguinte:

Ano 2025. Coner, estudante talentoso de Design no IED, está às voltas com um ambicioso projeto secreto. Coner é um jovem genial, muito determinado, extrovertido e sonhador, frequentemente distraído pelas noites à claro dedicadas ao estudo. Ele não tem tempo para romance, mas cultiva várias paixões como a música e o esporte. É muito consciente dos temas ambientais, vive tanto na cidade, no escritório, quanto no campo, onde fez uma pequena horta em que cultiva frutas e verduras, segundo a filosofia do perfeito urban farmer. A história retrata a sua vida cotidiana: estudante em uma grande metrópole e se esforçando para desenvolver o projeto que deve responder às exigências de sua vida dupla, urbana e do interior. Para conseguir completar sua ambiciosa missão, constrói Tomo, uma “extensão” para si mesmo, um tipo de Deus ex machina que o ajudará. Assim, Coner consegue encontrar o seu caminho e projeta um veículo que responde às suas necessidades, descobrindo que o carro pode ser “amigo” (por isso o nome do modelo) e pode desempenhar funções variadas. Tomo é um city car, mas também foi pensado para transportar os produtos de sua horta, para possibilitar que Coner continue a viver também a sua vida de urban farmer, de acordo com os valores de ecologia e respeito pelo meio ambiente que fazem parte de seu DNA. No relato da vida de Coner há o desenvolvimento de seu projeto, que, a partir de uma ideia, se torna um modelo: Tomo, que Coner apresenta em sua estreia mundial no Salão do Automóvel de Genebra.

A campanha de comunicação da história em quadrinhos foi elaborada por Matteo Milaneschi, coordenador do Curso de Design da comunicação, e Eleonora Antonioli, professora do IED, junto com Mara Artiglia, ex-aluna do curso de Ilustração, Nicolò Allisiardi e Simone Imberti, ex-alunos do curso de Marketing.

Autora: Carlotta Tommasi